quarta-feira, agosto 02, 2006

oxalá meu pai, tenha pena de nós, tenha dó ...

se a volta do mundo é grande, seu poder é bem maior !



preciso ir
até onde
a intuição
me levar

além
de onde
a imaginação
me leva

ser pluma
planar
onde
nada
nem
ninguém

de estar

devo ir

preciso

impreciso

2 comentários:

andré balbino disse...

impreciso momento
de rara precisão
espelhos
refletidos
nessa busca
de tudo
de nada
de alguém
de ninguém
ser e estar
nada sendo
as vozes do verbo
são versos
imprecisos..........

andré balbino disse...

comento
a dor
do mundo
em versos
que choquei
em quentes
madrugadas